Mundo VUCA: Você conhece os seus desafios | Claudia Klein
Voltar

Os desafios do mundo VUCA

Como já falado aqui no blog, e em outros canais em que costumo compartilhar conteúdos, é comum que novos termos ganhem espaço de tempos em tempos.

O recesso de mudanças, no entanto, tem sido cada vez menor. Não parece, é fato que estamos vivemos em um mundo que muda constantemente. E isso é muito bom!

Entre tais termos, temos o mundo VUCA. Embora importante e com um histórico que vem desde o período pós-Guerra Fria, o chamado “mundo VUCA” é ainda uma realidade.

O mundo VUCA origina-se do inglês que, através das suas iniciais, descrevem o mundo em que vivemos: volátil, incerto, complexo e ambíguo.

Mais do que traduções ou definições, no entanto, é preciso realmente sentir o que é o mundo atual e como encontrar maneiras de absorver e viver nele.

As turbulências, a complexidade e os altos níveis de competição podem ser assustadores, principalmente quando acompanhadas da incerteza sobre o amanhã.

Calma, está muito longe a minha intenção em te dar um ataque cardíaco. Pelo contrário: a intenção é conversar sobre um assunto atual e fazer com que você abrace essa realidade.

 

Vivendo com o mundo VUCA

 

Seria impossível dizer que é preferível viver em um mundo VUCA a um mundo onde podemos determinar todo futuro de forma sólida e confiante.

Apesar do mundo VUCA parecer assustador à princípio, sem dúvida ele é extremamente estimulante. E, para mentes criativas e ágeis, nada poderia ser melhor.

No entanto, tal realidade pode ser cansativa e difícil, principalmente quando se tem um nível de complexidade tão grande, que é extremamente nebuloso analisá-lo de forma racional.

Então, como viver com o mundo VUCA?

É necessário ter uma visão crítica, mas não se limitando a analisar de fora, mas participar ativamente através de questionamentos.

Procure buscar se adaptar a diferentes realidades e a novos pensamentos. Não se trata de ter uma posição passiva, mas procurar ser empático, entender e buscar visões diferentes.

Como falei acima, o mundo VUCA pode ser estimulante. Abrace esta ideia! Procure dividir conhecimentos, sim, mas também absorver. Seja culturalmente ativo, esteja aberto.

Da mesma forma, é importante também estar de olhos abertos para a tecnologia, entendendo que as coisas mudam e que tais mudanças podem ser melhores.

Saiba se comunicar: tal habilidade é uma das mais importantes nos mais diferentes campos da nossa vida, mas mesmo assim ainda falhamos ao usá-la.

Tente ser sempre assertivo na sua comunicação oral e na sua comunicação escrita. Procure manter os ouvidos abertos para interpretar informações e saber articular de forma correta.

Use as palavras para comunicar, para explicar, para argumentar, negociar e, também, inspirar – tanto outras pessoas quanto a si.

Você pode ver mais sobre como sobreviver e prosperar no mundo VUCA neste post que escrevi para o blog. Certamente vai ser esclarecedor!

 

Por que é importante se adaptar ao mundo VUCA?

 

Pode parecer estranho aprender um conceito que estamos vivendo neste momento, mas acredite: quanto mais rápido conhecer e absorver o mundo VUCA, melhor.

É através disso que você poderá ver com mais clareza a agilidade que a mudança está ocorrendo e, dessa maneira, reconectar com mais facilidade.

É importante perceber como fatos que ocorrem no mundo influenciam outras nações diretamente, como impactos financeiros e até tragédias sociais.

As mudanças que tais acontecimentos geram no globo fazem parte, de uma forma ou de outra, do chamado mundo VUCA.

Afinal, ocorrências desse porte podem afetar o mercado, negócios, relações de compra e venda, além de relacionamentos entre nações. Consequentemente, altera nosso modo de viver no mundo.

Como você pode perceber, o VUCA é cheia de desafios. Para quem empreende, o desafio é ainda maior, visto que os riscos podem influenciar diretamente no negócio, abrangendo valores de produtos, estoque, necessidade de expansão e muito mais.

Mas não se engane: estar reparado intelectual e emocionalmente é de suma importância para todos os profissionais

Por isso que conhecer o conceito e transformar o mindset é importante para saber navegar nesses mares de forma tranquila, aproveitando a viagem ao invés de se assustar em tsunamis. 

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print