Voltar

Lobo Bom e Lobo Mau-Faltam 12 Dias!

Nessa manhã de domingo, acordo decidida a não fazer nada, não pensar em nada…

As maiores decisões do dia giraram em torno de que revistas e jornais eu vou ler, onde vamos almoçar e que filme assistir. Decisões que demandam muito foco e capacidade analítica, não?

Entre um jornal e outro, uma tirinha em um jornal paulista, escrita pelo Fábio Moon e pelo Gabriel BÁ, me chamou a atenção. Reproduzo para vocês:

Uma criança conversa com um sábio senhor:

– Como o senhor toma as decisões mais importantes da sua vida? Qual o segredo?

-É como seu tivesse dois lobos em meu peito…um bom e um mau…que estão sempre a lutar.

-E qual ganha?

-O que eu alimentar mais. Qual lobo VOCÊ alimenta?

Minha reflexão do dia de hoje, ficou por conta da decisão que cada um de nós pode fazer, sempre, diante de uma decisão difícil que temos que tomar. As consequências das ações que decidimos colocar em prática, são frutos dos caminhos que optamos por seguir. Algumas pessoas são capazes de apresentar uma série de justificativas para tentar explicar porque fizeram algo que, deliberadamente, prejudicou uma ou mais pessoas. Acho que antes de tudo, querem convencer a si mesmas que não alimentaram o lobo mau, de forma consciente.

Sabemos que somos passíveis de erro e que, também nos cabe perdoar o erro dos outros, mas temos que admitir que somos, muitas vezes, os autores principais desses erros, que em muitas situações poderiam ser evitados se, simplesmente, pensássemos mais no outro, nos preocupássemos mais com suas necessidades e pontos de vista e, por último, se não agíssemos de forma imediatista, buscando atalhos para chegar lá, mais rápido e com mais ganhos.

Cabe a nós decidir, diariamente, na nossa vida pessoal e profissional, que lobo queremos alimentar.

Juro que  durante todo o domingo, não pensei em nada referente a minha transição de carreira… quem sabe amanhã…

Até,

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print