Voltar

A trilha sonora da sua carreira

A trilha sonora da sua carreira

Imagem: Taha Music

Você ouve música na empresa? Até pouco tempo atrás, isso era um tabu. Afinal, o ambiente de trabalho era aquele lugar sério, rígido, formal. Mas isso está mudando. As pessoas têm percebido que a carreira é uma parte importantíssima da vida. Se normalmente se passa ao menos três quartos do dia trabalhando, que essas horas sejam agradáveis e contribuam não apenas para o empregador, mas para o próprio indivíduo. Junto com mais flexibilidade de horário e comportamento menos engessado, veio um ponto bastante interessante: a música.

É cada vez mais comum ver os colaboradores de uma empresa usando fones de ouvido enquanto realizam suas tarefas. Em alguns casos, quando a companhia é mais liberal e os membros da equipe têm gostos semelhantes, as mesmas canções ecoam pelo ambiente. Pode até rolar uma playlist colaborativa, com cada um colocando algumas músicas de sua preferência. Tem até empresas que fazem dias temáticos, algo como uma “terça do rock”.

Parece divertido, não é mesmo? Mas qual é o impacto disso na produtividade? A Universidade de Miami se propôs a estudar o efeito da música no trabalho e obteve um resultado bastante interessante: ela contribui positivamente para o desempenho do profissional.

Isso acontece porque a música melhora o humor e, consequentemente, diminui o estresse. Profissionais calmos tomam melhores decisões, têm mais foco e enxergam as situações com mais clareza. Quem ouve música tende a terminar suas tarefas mais rápido e com maior eficiência, além de ter ideias mais inovadoras, uma vez que a música inspira e estimula a criatividade.

Há, entretanto, diferenças de acordo com o nível de experiência do funcionário. Os mais novos em suas funções, com experiência moderada, tendem a se beneficiar mais. Já aqueles que dominam melhor as competências de seus cargos não tiraram lá grande proveito da música, mas não chegaram a sofrer impactos negativos. Apenas aqueles mais novatos, com pouca experiência, pareceram se distrair mais do que, de fato, aflorar a mente.

A pesquisa foi realizada com profissionais de tecnologia, ramo que exige um alto grau de conhecimento e foco.

Então já sabe, não é? Se você já tiver alguma experiência no que faz, ouvir música só pode trazer bons frutos. Mas não é para sair plugando o fone ou dando play para todo mundo ouvir. Primeiro descubra a política da empresa e sugira o uso de canções a colegas para saber como será a aceitação. Ouvir músicas o dia inteiro pode ser considerado falta de educação.

Ah, uma dica! Músicas instrumentais, aquelas sem letra, são melhores para aumentar a concentração.

E você? Costuma ouvir músicas no trabalho? Já se beneficiou disso de alguma forma?

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print

1 Comentário

Ouço música no trabalho o tempo todo, prefiro jazz e erudito. No momento estou ouvindo Maria Tudor de Carlos Gomes