Voltar

Fête de la Musique: Festa da Música na França

Hoje é o dia da Festa da Música na França, ou melhor, a Fête de la Musique, também conhecido como o Dia Mundial da Música, um dia em que o mundo todo celebra o dom mágico da música.

A ideia deste dia foi realizada inicialmente na França, em 1976, pelo músico norte-americano Joel Cohen, que propôs uma celebração de música a noite toda para marcar o início do verão.

Então, em 1982, o Ministro da Cultura da França decidiu retomar a data e criar a Fête de la Musique, que se tornou um fenômeno mundial com mais de 32 países participando!

Bem, como o festival começou na França, nada mais justo hoje do que contemplar o país sugerindo alguns álbuns e coletâneas de músicas francesas. Vale a pena conhecer e deixar a magia, a doçura, a tradição e a alegria destas músicas tomarem lugar no tempo e na imaginação. =)

Veja algumas sugestões:

DVD Canções de Amor
Musical que conta a história de um amor nada convencional, além de mostrar a Paris da vida real, fora dos pontos turísticos.

 

 

CD Café Paris
A capital francesa é o tema destaque desta primorosa trilogia, que reúne 42 clássicos como Le Premier Banheur de Jour, Parole, La Vie em Rose, Douce France, Padam, nas interpretações de Françoise Hardy, Alain Delon e Dalida, Charles Trenet, Édith Piaf, entre outros.

 

CD As 14 mais francesas
O cantor Bernard interpreta belas canções francesas como La Bohéme, Butterfly, Ne me Quite Pas e La Mer e dá um toque mais do que especial a cada música de compositores como Piaf, Aznavour e Adamo, entre outros.

 

CD As 14 mais francesas, volume 2
Bernard interpreta outros 14 grandes clássicos da música francesa, como L`Important C`Est La Rose, Adieu Jolie Candy, Tous Les Garçon Et Les Filles e Que C`Est Triste Venise, sempre acompanhado por músicos de primeira linha

 

CD Quelqu`um M`adit
Carla Bruni
Ete álbum tem a capacidade de tocar profundamente qualquer um. Com sua voz suave, Carla Bruni nos leva para o puro romantismo de Paris.

 

CD Comme si de rien n`etait
Carla Bruni
A cantora explora estilos do pop ao bluegrass, passando outros como jazz, dando assim, uma identidade única a sua chanson francesa.

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print

2 Comentários

Só podia ser id[eia de um Cohn o dia mundial da música …