Voltar

Mídias sociais nas empresas: usar ou não usar?

Extraído de Exame.com

Se você também vive esse dilema, pode ser interessante ouvir o que profissionais do mercado de trabalho têm a dizer.

Embora seja um tema muito abordado por diversos autores, foi Peter Drucker quem despertou a atenção para a investigação da mudança do “Trabalhador Organizacional” para o “Trabalhador do Conhecimento”.

O primeiro grupo caracteriza-se por uma relação de trabalho pautada por regras e atividades claras, o segundo se relaciona em redes e compartilha informação de forma exponencial, suas relações não são restritas à hierarquia.

Nesse contexto, RH´s e gestores enfrentam, hoje, uma grande pressão e um grande dilema: usar ou não as diferentes mídias e redes sociais para o público interno e subsistemas de RH?

Esse tema tem dividido opiniões dentro e entre empresas. Há aquelas que já estão utilizando a todo vapor, as que já iniciaram o planejamento da sua política de uso e aquelas que ainda acham que se trata de modismo.

E você? Quer entender mais sobre o fenômeno do uso das mídias sociais no mundo e no Brasil? Saber como planejar, analisar e desenhar um plano de aplicação e “educação” do público interno? Que tal então conhecer algumas ferramentas, compreender os benefícios do seu uso nos diferentes subsistemas de RH e ouvir a experiência de quem já está na rede?

Esse é o objetivo do encontro entre Flavio Mendes, Gerente de Social Business & Ferramentas de Colaboração da IBM América Latina, e Ana Gomes, Gerente de Recursos Humanos da KPMG, no RH Rio 2012. Os dois farão um debate sobre este tema, no dia 25 de abril, às 18h40. A palestra foi organizada e será mediada pela Coach Claudia Klein, sócia da Argumentare e uma das chefs do Salada Corporativa.

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print