Voltar

Para aprimorar o networking

Para aprimorar o networking

Saber a quem se apresentar é fundamental.

Você já conferiu aqui algumas dicas e estratégias para fortalecer o seu networking e manter uma relação saudável com pessoas que podem ser grandes aliadas na sua carreira. Mas afinal, como se aproximar dessas pessoas? Será que a melhor coisa a fazer é esperar que uma delas esbarre na gente na hora do coffee break? Muitas variáveis aí… Há formas mais eficazes.

Antes de qualquer coisa, quando se trata de networking você não deve ter medo ou vergonha de ser interesseiro. Afinal, essa é uma relação baseada em troca de favores, na qual um deve ter algo que seja do interesse do outro. Tendo isso em mente, você pode se aproximar das pessoas já com a intenção de propor negócios. Só não chegue já na fome, dizendo que tem uma excelente proposta ou que precisa pedir um favorzinho.

Aposte no networking individual. Ou seja, uma pessoa conversando com outra pessoa. Claro, você pode construir sua rede de contatos em grupos, mas dar individualidade às pessoas despertará a simpatia delas. Faça seu dever de casa: em vez de esperar o parceiro certo esbarrar em você, busque potenciais candidatos através de uma pesquisa minuciosa, conhecendo a carreira e o negócio deles. Assim você pode se programar para estar no lugar certo na hora certa e saberá exatamente a quem deve se apresentar – e como.

Poxa, não tem nenhum evento que dê para fazer um networking bacana programado aqui na minha cidade… E agora? Oras, marque um! O que impede você de enviar convites a determinadas pessoas propondo um encontro? Combine um lugar – uma cafeteria, um restaurante – e reúna gente que pode dar as mãos para crescer em conjunto.

Saiba manter o networking, hein! Não adianta nada se apresentar, mostrar como pode ajudar e ser ajudado e deixar por isso mesmo. Com alguma frequência, marque um almoço ou um happy hour. Deixe o relacionamento fluir de forma natural – tanto de forma profissional quanto na base da amizade. E, claro, não seja aquele chato que só entra em contato quando tem algo a pedir. Busque oferecer ajuda também, dê dicas, compartilhe experiências. Isso fará o networking evoluir de forma natural e contínua.

E você? Tem mais conselhos para um networking eficiente?

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print