Voltar

Celebre o fracasso

Celebre o fracasso

Imagem: GJ Barnett

A semana está começando e, com ela, vêm planos, metas e prazos. Mas nem sempre dá para cumprir tudo isso e bate aquele sentimento de tristeza, incapacidade… Você provavelmente já ouviu aquele ditado que diz que “viver é uma arte e errar faz parte”. Ele não poderia estar mais certo: errar é parte da vida – e uma muito importante!

Você acha que a história de Sherlock Holmes seria a mesma sem o Professor Moriarty? Ou que Harry Potter seria o fenômeno que é se não existisse Lord Voldemort? O que seria de Superman sem Lex Luthor? Todo grande herói precisa de um grande vilão. Pode ser que a primeira batalha não seja vitoriosa, mas mesmo assim esperamos ansiosos pelo desfecho, para saber como o mal será derrotado. Com a vida é a mesma coisa. Você é um herói e o fracasso é o seu principal vilão. Honre-o. Exalte-o. Torne-o digno de despertar o seu orgulho e a admiração dos demais quando você derrotá-lo.

Use cada erro, cada falha, cada dificuldade, como um aprendizado. Lembra quando a sua avó dizia que, para aprender a levantar, você precisaria cair? Pois é. Fechar os olhos diante de uma adversidade é jogar experiência no lixo. Preste muita atenção, analise bem a situação e saiba como evitar problemas – ou mesmo contorná-los – no futuro. Descubra o que deu certo, o que precisa mudar, quem atrapalhou, quem ajudou. E aprenda com isso.

Não desista. Estava pertinho do topo, tropeçou e caiu? Suba de novo. Você já conhece o caminho. Ter persistência é fundamental. Molde-se. Adeque-se. Tente de novo e de novo e de novo e de novo. Poucas pessoas realizaram seus sonhos na primeira tentativa. Não desanime. Se quiser, pode até sofrer um pouco e se fazer de vítima, mas não demore tanto para voltar a estufar o peito e perseguir outra vez os seus objetivos.

Está fazendo do mesmo jeito que outros fizeram e não está dando certo? Ora, faça diferente. Quem disse que você precisa seguir os passos de outra pessoa? Construa seu próprio caminho. Não tenha medo de desbravar lugares nunca antes explorados. E repita. Repita sempre. Faça de novo e mais uma vez. Não é à toa que dizem que a prática leva à perfeição.

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print