Voltar

Como você conta a sua história?

Imagem: Men A Business Doctors

Imagem: Business Doctors

É comum dentre o conjunto de  clientes que contratam o Programa de Coaching de Carreira o anseio por logo rever o conteúdo do seu CV e a forma como se apresentam ao mercado. Essa revisão é uma das ações que acontece ao final do processo de reflexão sobre seus objetivos, possíveis caminhos e escolhas profissionais.

Há uma tendência natural de rechearmos nosso CV com atividades que fomos responsáveis. Acabamos produzindo um conteúdo que mais representa uma descrição de cargo do que o conjunto de realizações que construímos e que devem funcionar como “credenciais” para “convencer o mercado” que somos a pessoa certa para aquela posição.

Escrever seu CV sem, por exemplo, refletir sobre seus objetivos, seu propósito, sem ter maior clareza de quais são suas competências diferenciadoras, pode representar o desperdício de uma importante oportunidade de apresentação e convencimento do mercado das suas potencialidades.

Precisamos contar nossa história indo além das ações, explorando melhor o contexto e ambiente em que foram realizadas, seus impactos e resultados concretos, as competências chave que você demonstrou.

Essa é a dinâmica da ferramenta “Levantamento de Realizações”, que pode ajudá-lo a enriquecer muito a forma como se apresenta e conta a sua historia.
Convido-o a seguir os passos abaixo:
1) Faça uma lista das suas realizações. O foco não é o conjunto de ações sob sua responsabilidade, e sim os projetos, experiências e iniciativas que participou.
2) Para cada uma das realizações listadas, reflita e responda às perguntas:

– O que foi exatamente realizado? Descreva o projeto, processo ou iniciativa.

– Em que contexto você realizou? Pense no ambiente no momento em que conduziu essa ação. Por exemplo, crescimento ou recessão, mudança de estratégia, conflitos, lançamento de novos produtos e serviços, otimização de recursos, redesenho de processos etc. A descrição do ambiente em que determinada ação aconteceu ajuda a explicar seu nível de complexidade, inovação, autonomia, número e tipo de interfaces, o processo de negociação e persuasão.
– Que impactos e resultados concretos foram gerados? Pense em indicadores quantitativos e qualitativos. Por exemplo, melhoria de processos, otimização de tempo, e/ou de insumos, ganho de produtividade, aumento da qualidade, incremento nas vendas, ganhos financeiros etc. Complemente com evidências, sempre.
– Quais foram as competências chave que demonstrou? Pense em todo o ciclo de realização da ação. Identifique as competências, técnicas e comportamentais, que foi capaz de demonstrar.
3) Após responder essas perguntas para cada uma das realizações listadas, é hora de analisar o conjunto da obra. Que similaridades você vê no seu conjunto de realizações? Que competências você percebe que foram demonstradas mais de uma vez? Quais são suas forças?
4) Agora você pode começar o processo de redação do seu CV. E para isso precisa:
– Definir seu objetivo. Que posição ou tipo de atuação você está buscando?
– Colocar-se no lugar de “quem” vai avaliar seu CV e responder: o que é necessário para essa posição? Que experiências e comportamentos valorizam? Que momento está vivenciando?
– Priorizar dentre todas as  realizações listadas, aquelas que respondem ao anseio de quem tem a posição. Essas são as realizações que devem rechear seu CV.
– Dentre as suas competências chave, identifique as que vai destacar porque atendem direta ou indiretamente às necessidades da posição e do ambiente. Essas competências deverão fazer parte do resumo que apresenta no início do seu CV. Uma espécie de cartão de visitas das suas potencialidades.
5) Com a lista de realizações e CV escritos é hora de se preparar para “contar” essa história.
– Tenha em mente “quem” vai te entrevistar. O que ela busca?
– Prepare-se para falar de você em 10, 5 e 3 minutos, selecionando dentre as suas realizações aquilo que é relevante para a posição e para a pessoa que está te avaliando.
– As perguntas devem ser respondidas de forma direta com exemplos das suas realizações e evidências.
A revisão do CV e a preparação para uma entrevista é um processo que se repete a cada entrevista agendada. O conjunto do que já  realizamos não se altera, mas a forma como contamos essa história, as experiências que damos mais ou menos ênfase podem mudar a cada conversa. O que selecionamos  para rechear nosso CV e discurso devem, claramente, responder às necessidades da posição que buscamos.
O sucesso no alcance dos seus objetivos depende muito da clareza que tem sobre o que deseja, do domínio que tem sobre a sua própria  história, de tudo que já realizou.
Seja qual for a sua história, desejo sucesso!
AssinaturaCK8
Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print