Voltar

Sustentabilidade como cultura das empresas

Hoje aconteceu o primeiro e-Talk de junho da Endeavor no Rio de Janeiro. Esta edição foi voltada para o Rio+20 e aconteceu junto com o Fórum Comércio+Sustentável, realizado pela Fecomércio-RJ.

O e-Talk teve como tema a Sustentabilidade na Prática em Negócios de Alto Impacto e contou com a presença de Lito Rodrigues, idealizador da DryWash e Raquel Pirola, Gerente de Marketing do Grupo Trigo, responsável pelas redes Domino`s, Spoleto e Koni Store.

Abrindo o evento, Lito Rodrigues falou sobre práticas sustentáveis, apresentando sua empresa, a Drywash, um lava-jato que não utiliza água para limpar os carros. A rede já conta com mais de 60 franquias e cerca de mil pessoas envolvidas no Brasil e agora na Índia. Lito contou que o cenário do mercado de lava-jato sempre foi marcado pela falta de inovação e reconhecimento aos trabalhadores. A maioria não tinha carteira assinada, vivia uma realidade de exploração, salários baixos e falta de motivação para o desenvolvimento profissional.

Para ele, uma empresa sem cultura é uma empresa sem identidade. Dessa forma, a Drywash leva aos funcionários a cultura de valorização, reconhecimento e sustentabilidade. Os colaboradores recebem incentivo para crescerem na carreira e buscarem se desenvolver. “Sustentabilidade não é departamento, nem jogada de marketing”, afirmou Lito.

Cerca de 70 mil carros são lavados por mês na Drywash com produtos químicos que não agridem o meio ambiente e, com isso, cerca de 22 milhões de litros de água são economizados por mês.

Depois desse case muito bacana, foi a vez da Gerente de Marketing do Grupo Trigo, Raquel Pirola, falar sobre o Spoleto 21, versão sustentável do Spoleto, que eliminou a emissão de gás carbônico.

O Spoleto 21 utiliza fogão elétrico, em vez do fogão tradicional com lenha, reduzindo 20% no investimento inicial da loja, aumentando o salário dos funcionários em até 50%, diminuindo em 15% a rotatividade e reduzindo em 63% o número de faltas de funcionários. Outro ganho foi a redução de 40% no consumo de água, de 26% no consumo de produtos de limpeza e de 25% da linha de utilidades. O E além de ajudar o planeta, o resultado vira lucro para o franqueado também, com cerca de 4 a 7% de aumento na rentabilidade da loja.

“Até o final de 2012, o Spoleto 21 terá economizado 32.500 piscinas olímpicas de água e o hoje temos 40 lojas com este modelo, mas o objetivo é que todas as lojas passem a ter esse esquema”.

Esses são dois grandes exemplos de empresas que se preocupam com o planeta e o desenvolvimento pessoal de seus funcionários. A Rio+20 está aí para trazer essa consciência para cada um de nós.  Vamos começar a fazer a nossa parte?

Parabéns aos palestrantes e à Endeavor pelo evento! Fique atento porque mais e-Talks estão vindo por aí!

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print