Voltar

TEDx USP Leste: saiba o que aconteceu nos bastidores

No dia 19 de novembro de 2011, a zona leste de São Paulo foi palco de um evento que movimentou todo o Brasil: o TEDx USP Leste. O TED (clique aqui para saber mais sobre o movimento) é famoso por espalhar boas ideias empreendedoras e inovadoras pelo mundo. E foi nesse espírito, que surgiu o TEDx um formato independente do TED que chegou até a USP Leste cheio de impacto e ações com as melhores intenções para a comunidade. Nós do Salada Corporativa estivemos lá e o evento foi tão marcante que decidimos conversar com o idealizador, Geraldo Milet para entender melhor sobre os bastidores. Confira a entrevista:

 

Geraldo Milet

Salada Corporativa: Qual é a principal objetivo desse movimento TED para o mundo e as cidades onde ele acontece?
Geraldo: É um movimento que tem por princípio espalhar boas ideias e o que acontece de melhor no mundo, com a ajuda de cerca de 50 palestrantes convidados. Eles sobem no palco e falam sobre inovação em vários ramos como intelectual, saúde, economia, empreendedorismo, meio ambiente, questões sociais etc. A plateia geralmente é muito rica em valores e vivências e está envolvida com a sociedade, participando diretamente desse momento de transformação. O TED Global acontece em todo mês de julho e o TED anual em todo mês de fevereiro. O TED por si tem muita coisa. A plataforma tem um grupo de tradutores que traduzem palestras para o mundo todo, em várias línguas. E, em 2009, o TED lançou o TEDx, um formato que busca divulgar uma vivência de uma experiência TED, só que organizada por grupos independentes, em qualquer lugar do mundo. O objetivo é a alta gestão por parte de pessoas especializadas que realizem eventos que fomentem numa comunidade específica o desejo por buscar o potencial de se desenvolver. O TEDx acontece para iluminar e trazer essa chama de experiência onde quer que seja no mundo, demonstrando que é possível fazer uma sociedade melhor dentro da própria comunidade.

Salada Corporativa: Pode explicar o que foi o TEDx USP Leste?
Geraldo: Na USP Leste, entre 2009 e 2010, apenas três ou quatro pessoas já tinham ouvido falar do TED. Comecei a pensar na ideia de montar um TEDx USP Leste e, para isso, e participei de um TED, em julho de 2011, na Escócia, com o propósito de conseguir montar um TEDx Standart aqui. Porque para acontecer no formato que o TEDx USP Leste aconteceu, só seria possível se alguém já tivesse participado de um TED. A USP Leste tem sete anos de história ainda, é muito recente e uma região onde as oportunidade são mais distantes. A proposta era aumentar a acessibilidade das pessoas com a contribuição acadêmica da Universidade, gerando oportunidade. Então, 10 cursos juntos entre Biológicas, Exatas, Humanas e Tecnológicas participaram. Começou de forma inter e multi disciplinar. Alunos  de uma área tinham aulas com alunos de outras áreas e, quando eles trabalhavam em conjunto, descobriam que era mais fácil chegar num resultado olístico e consideravam outros pontos a serem estudados. Assim, novas áreas de oportunidade foram se abrindo na Universidade. O importante é que a USP Leste está sendo vanguarda de um movimento pedagógico. Foi uma oportunidade tanto para a sociedade como para a faculdade.

A Banda Mais Bonita da Cidade

Salada Corporativa: Quantas pessoas foram envolvidas diretamente na organização do evento e como foi feita a mobilização dessas pessoas? Foram voluntários?
Geraldo: Inicialmente seria desenvolvido pelo núcleo de empresa júnior da faculdade, mas ao longo do percurso muita gente que não era do núcleo se interessou em participar, ao ver que a proposta era tão importante para a faculdade. Começamos com quatro pessoas, depois 20 e, no dia do evento, tinham 68 alunos trabalhando. Cada um tinha que assumir uma responsabilidade, fosse de mídia, treinamento de palestrante etc. E treinar o palestrante, por exemplo, era muito importante, porque o TED tem um procedimento padrão de dinâmica, que não pode deixar quebrar. Então, cada aluno foi responsável por um palestrante e houve uma confiança mútua. Não havia ninguém coordenando ele. O legal foi que a grande maioria idealizou o evento do começo ao fim, de forma democrática, buscando otimizar tudo o que tínhamos em mãos, pois 95% do que conseguimos foi conquistado por parcerias. Ou seja, alimentação, palco, filmagem, edição, apresentação de palestrante, atrações musicais, cobertura de evento, como o Salada Corporativa fez, nada disso foi pago, ninguém cobrou cachê. Os outros 5% que conseguimos, vieram de um fundo levantado tanto por alunos, quanto por outras pessoas físicas. Não tivemos contribuição de pessoa jurídica. E assim aconteceu. Tivemos palestrantes como Don Tapscott, Edgard Gouveia Júnior, Sérgio Serapião e atrações como A Banda Mais Bonita da Cidade e o grupo internacional Playing For Change. Além disso, cerca de 400 pessoas de diversos lugares do Brasil assistiram ao evento.

Salada Corporativa: Quais foram os principais aprendizados e ganhos com esse evento?
Geraldo: Foi  um evento à altura dos TEDx. A certeza que tenho é de que cada um do grupo que trabalhou para conseguir esse evento e que assumiu uma função, saiu de lá transformado. Cada participante saiu falando: “que coisa maravilhosa, como é gostoso trabalhar em equipe”. Ninguém recebeu nada em dinheiro, todo mundo fez por amor e por saber que podemos construir algo. Ver a vida dessas pessoas transformadas é o maior valor que podemos tirar.

 

Salada Corporativa: Você pode adiantar para nós do Salada a previsão de quando terá o próximo?

Geraldo: Não tem resposta ainda. Se tiver que acontecer vai surgir naturalmente, virá do coração das pessoas. E, quando acontecer, será tão espetacular quanto o TEDx USP Leste. A última novidade que tenho é que, como organizador de TED, eu vou para o Qatar, no meio do Oriente Médio ficar uma semana para discutir como fazer eventos cada vez melhores que causem cada vez mais impacto na sociedade, buscando com que as pessoas sejam mais amigas entre si.

O espírito certamente contagiou a todos! Isso está bem claro no vídeo da apresentação de A Banda Mais Bonita da Cidade, ao som da música “Oração”, onde todos começam a cantar abraçados. Confira o vídeo abaixo, que foi divulgado há poucos dias, e veja mais fotos no Flickr do evento!

[http://www.youtube.com/watch?v=otKzXD_ZOoc]

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print