Voltar

Revolução Digital

Tive a oportunidade de receber um texto, muito interessante, e me permiti traduzir o título para algo como “A Revolução Digital dita as Necessidades de Executivos em Diferentes Segmentos”.

O texto foi enviado pela Magui Castro, sócia da CT Partners, uma das maiores empresas globais de Executive Search e chamou minha atenção por abordar o poder que o avanço tecnológico tem para transformar um negócio ou toda uma indústria, o texto também nos lembra que as mídias digitais impactaram os Modelos de Negócio de uma forma nunca vista antes. 

Alguns segmentos tiveram que repensar seu “core business” e muitos outros tiveram que aprender como utilizar essas ferramentas para melhorar a comunicação e a eficiência organizacional, por exemplo.

Para muitas empresas representou a necessidade de repensar sua estratégia, do marketing à finanças, passando por recursos humanos e gerenciamento de crises. Tudo vem sendo repensado, estimulado pelo contínuo e significativo aumento do uso das redes sociais.

Natural, então, que com tantas oportunidades e demandas, surjam novas posições na alta liderança que têm como principal desafio expandir a “expertise digital” da empresa e contribuir para o desenho de novas estratégias de negócio que objetivam tirar o máximo proveito possível das mídias sociais.

Empresas globais, de acordo com o texto, estão criando, por exemplo, “Chief Digital Officers” – CDO e Diretores de Mídias Sociais, sem contar as diferentes e novas funções que surgiram no nível técnico-administrativo que se encarregam de dar vida a essas intenções.

Grandes desafios surgem acompanhando essa necessidade e, quase sempre, há dúvidas do tipo:

  • Qual nível de cargo e estrutura preciso para o meu tipo de negócio?
  • Qual, exatamente, deve ser a formação desse profissional? Aonde encontrá-lo?
  • Onde alocá-los na estrutura? Marketing? Direto com o Presidente?
  • Qual a dimensão do orçamento necessário? Como estimá-lo?
  • Em que áreas devo explorar o uso dessas ferramentas, e em que nível?
  • Ufa! Novos tempos para os profissionais, gestores e Head Hunters! Mas isso também implica em novas e diferentes oportunidades de carreira para, por exemplo, as áreas de tecnologia da informação, comumicação, publicidade e marketing. Mas acredito, de verdade, que em todas as áreas, o profissional que estiver atualizado com esse cenário e as principais ferramentas, sai na frente na hora de buscar uma vaga.

    Quando pensamos em empreendedorismo, não é muito diferente. Alguns investidores que venho conversando, sinalizam que valorizam a presença de um sócio com domínio na área de tecnologia, quando avaliam a decisão de colocar ou não dinheiro em um start up.

    E então? Não deixe mais para depois, mergulhe já no novo mundo WEB e redesenhe sua função, suas atividades e possibilidades.

    Sorry, there are no polls available at the moment.

    Você agradece!

    Compartilhe
    FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
    print