Voltar

Segundo Dia em Nova York

Na quinta de manhã fomos direto para o Guggenheim, pegamos o metrô e descemos na estacao da Rua 86, após uma agradável caminhada até a Rua 89 pudemos avistar a bela arquitetura do museu. A visita ao belo Guggenheim se restringiu a sua parte externa…risos. Motivo? Museu fechado às quintas-feiras. Qualquer pessoa que já foi a Nova York, ou planeja sua primeira visita, aprende em qualquer guia de viagens que os museus da cidade fecham uma vez por semana.

Apesar de não ser marinheira de primeira viagem e saber disso, não me preocupei em consultar se o Guggenheim estaria fechado… peninha. Mas tudo bem, uma caminhada pela 5a avenida até a Rua 82 nos leva até o Museu Metropolitan. Perfeito!

Sua arquitetura sempre impressiona. O interesse da Joseana por esculturas foi prontamente satisfeito com uma visita à galeria das esculturas européias no 1o andar e as expectativas foram superadas quando ela se viu no meio das esculturas gregas, no piso principal. Um grupo de crianças que estavam participando de uma aula diante da escultura Os Burgueses de Calais, de Auguste Rodin, foi uma atração a parte. Prestavam muita atenção e faziam perguntas curiosas. Um encanto!

Antes de rumarmos para a sala com a coleção de pinturas européias, fizemos uma parada estratégica na cafeteria do 1o andar que oferece uma bela vista do verde exuberante do Central Park. Joseana pode atender mais um dos seus interesses: bagel com cream cheese. Isso mesmo, ela é louca por esse pão, que ela mesmo descreveu como massudo, borrachudo e ótimo…ah tá!

Depois de um tempo dentro do museu, hora de ir embora! Mas antes, uma parada na lojinha. Quem me conhece sabe que tenho uma certa compulsão por caderninhos. A passagem pela loja do Met enriqueceu minha coleção com quatro diferentes modelos. Nem eu mesma sei explicar porque comprar tantos caderninhos… Caso eu resolvesse escrever o blog nos caderninhos, acho que demoraria uns 4 anos para usar todos que tenho na minha coleção…

A temperatura está uma delícia e optamos por caminhar pela 5a Avenida ao lado do Central Park, vamos em direção ao número 118 da Rua 57 e paramos para almoçar no Burger Joint. Achamos esse lugar especial! Ao entrar no Hotel Le Parker Meridien, cruzamos a recepção e lá está ele, no final de um corredor escuro. Comemos um hamburger maravilhoso, simples, tradicional e barato. Deve ser por isso que o lugar vive cheio…

Caminhamos nas redondezas do hotel e, com o começo da chuva, paramos na Starbucks que oferecia a combinação perfeita para a tarde fria e chuvosa: café + wi-fi. Nem vimos o tempo passar…

A noite fomos jantar no Il Buco, um pequeno italiano no número 47 da Rua Bond, lugar com decoração interessante e um bar bem animado. O vinho italiano nos surpreendeu, um Canneto 2004, da região de Montepulciano.

Andamos muito durante durante o dia e fomos dormir exautas…

Até amanhã!

Compartilhe
FacebookTwitterLinkedInPinterestWhatsAppEmail
print